sábado, 27 de agosto de 2011

Orlando - Estados Unidos










2011.08.27 - Orlando - Estados Unidos
Pateta, Donald, Mickey e Minnie
"Where Dreams Come True", é o lema da Disneylândia, palavras curtas e fortes mas que representam muito nas mentes das crianças e, com certeza absoluta, dos adultos também!

Muito me falaram durante muito tempo da Disney, com seus parques, organização, shows, foge de artificio, etc, e imaginei que depois de conhecer tantos lugares não me impressionaria tanto com tudo por ali, mas me enganei e realmente é muito legal ver como é possível fazer as coisas funcionarem bem, os horários serem respeitados e o clima de magia ser sempre mantido, mesmo com milhares de pessoas de diversas partes de mundo lotando os parques. É de tirar o chapéu realmente!

Bom, chegamos em Orlando, cidade que me pareceu bem tranqüila e ideal a para hospedar complexos como os da Disney, bastantes vias de acesso, um mundo de hotéis que cresceu pela cidade para abrigar os turistas de todo o mundo e, hoje, completamente preparada para atender a todas as pessoas, falando inglês ou qualquer outra língua. Não conhecemos muito mais de Orlando do que as rotas dos parques e das compras alucinantes, mas a idéia da viagem era essa mesma, então não posso dizer o que realmente a cidade é fora dos moldes turísticos, o que vi gostei.




Mas, vamos aos passeios, super empolgantes a cada dia e tentarei registrar um pouco da emoção de cada momento que passamos ali. Começamos pelo Hollywood Studios, que o um dos quatro parques da Disney (formado também pelo Magic Kingdom, Animal Kingdom e Epcot Center), este parque tem como tema as super produções cinematográficas de Hollywood, e todos os brinquedos e apresentações remetem a grandes filmes, desenhos, etc. Começamos com a corda toda já fazendo a queda da Tower of Terror e emendando com a montanha russa do Aerosmith, que é no escuro.


Pooh
Muito bom! O sol estava forte e, talvez por ser o primeiro dia estávamos encarando tudo com muita energia, fomos nas atracões do Star Wars, Indiana Jones (clássico), Muppets 3D e vimos uma incrível apresentação de acrobacias com carros e motos simulando perseguições ao Vivo, impressionante!
Quando o dia foi acabando fomos indo para as ultimas apresentações que eram a da Bela e a Fera, um musical muito bem feito e, o grande final, o espetáculo Fantasmic, com Mickey desafiando as forcas do mal com sua magia. Sinceramente, fazendo o balanço de todas as apresentações que vi na Disney, a melhor de todas na minha opinião foi a Fantasmic, muito lindo, onde a dica matadora é a de chegar bem cedo para garantir um lugar legal e curtir o show, chegamos com quase 2 horas de antecedência e valeu demais a pena, apesar de eu quase discutir com um dos organizadores de fila que queria nos "empurrar para o cantinho", não seria justo pela nossa espera. Enfim, passei inicial de um dia inteiro, direto para o hotel, comprinhas na mão e cama, para agüentar o dia seguinte que...


...foi simplesmente mágico, como o próprio nome do parque, fomos ao Magic Kingdom, conhecer a terra do Mickey e sua turma, o magnifico castelo da Cinderella, as lindas paradas dos personagens, tudo levando a todos a um estado de felicidade e encanto bastante impressionante, as crianças ficam completamente malucas com todas as surpresas em cada canto, em cada atracão, com a aproximação dos personagens, as musicas, é tudo muito legal e traz uma verdadeira e agradável sensação de voltar a ser criança novamente, demais!



O ponto alto são mesmo os personagens, grandes protagonistas daquela festa imensa, gostamos muito dos filmes 4D que estimulam todos os sentidos durante a apresentação, com imagem, sons, cheiro, vento e interatividade, não há limites mesmo... Este dia de passeio foi o mais comprido de todos, chegamos bem cedo no parque, às 9:00hs e saímos às 22:45hs, quase 14 horas na seqüência, verdadeiros guerreiros!! Eu e a Bruna curtimos muito, tiramos fotos com o Mickey e as princesas e ainda recebi uma cantada da Bela, que me chamou de príncipe... kkkkkkk! Excelente, e para fechar com chave de ouro, o fabuloso show de imagens projetadas no castelo e a queima inesquecível de fogos. Sinceramente, emociona muito, o tema é sobre o poder de um desejo, um desejo que se você que muito, vai se realizar!! Não dá para descrever, somente vendo mesmo e vivendo a emoção na hora! Nota 1.000!! Comprinhas na mão, corremos para o hotel pois no dia seguinte tinha mais.


Tree of Life
Animal Kingdom, este foi o terceiro parque que visitamos, este é um parque mais tranquilo, onde você pode fazer alguns passeios como se fosse um Safari, bem pertinho dos animais, que são, claro, o foco das atracões! Como estamos falando de animais e de Disney, é aqui que dominam os personagens do Rei Leão, Simba, Timão, Pumba, alguns dinossauros entre outras belezas. Tem uma apresentacao em 4D do filme "Vida de Inseto" que é bem divertida, cheia de surpresas e muito bem feita.



Foi no Animal Kingdom que fomos em uma das montanhas russas mais legais, que é a Everest, cheia de curvas, corrida reversa e quedas, muito legal, fomos 3x!! Achei sensacional a Tree of Life (Árvore da Vida) que tem na entrada do parque, uma árvore enorme e com diversas figuras de animais em seu tronco, muito legal!!!


Pausa para os parques da Disney, fomos desta vez para o não menos conhecido SeaWorld! De cara o parque já agradou pelas duas montanhas russas mega radicais que tem, a Kraken e a Manta, muito legal e dão a sensação que você será arremessado a qualquer momento do brinquedo, brrrrrrrrr...

Valhe muito a pena. Ali tem os clássicos shows dos golfinhos (e outros vários animais que compõem o espetáculo) e das orcas, estrelado pela baleia Shamu, completamente impressionante a técnica e precisão dos saltos e acrobacias destes animais, fora a interação com o público!

Vale bastante o passeio e dá para conhecer todo o parque mais sossegadamente, pois ser bem menor que os demais.






No dia seguinte, todos a postos para mais um passe Io de um dia inteiro, e que dia, fomos ao Epcot Center, o parque mais cultural da Disney, com atracões menos radicais mais muito educativas, multiculturais e uma atmosfera lindíssima, com um belo lago no centro do parque e uma seqüência de nações representadas ao seu redor, México, Noruega, Alemanha, Reino Unido, China, Itália, Japão, Canadá e França, todas com símbolos, restaurantes e atracões típicas de suas origens, é muito gostos passear por ali e ficar pingando de nação em nação tranqüilamente...


Este parque não tem atracões radicais, mas vale pelas varias curiosidades como a pomo há com vários sabores de Coca Cola do mundo, atracões em 3D e o encontro com os principais personagens, a queima de fogos no final é marcante, com a apresentação "IlumiNations: Reflections of Earth". O encerramento perfeito do ciclo de parques Disney, vai dar saudades.



Mas a seqüência de parques estava longe de acabar, no dois dias seguintes fomos aos belos parques da Universal Studios, no primeiro deles o parque da Universal propriamente dito, ponto alto para a montanha russa Rock'in, animal a subida de 90 graus, onde cada passageiro pode escolher a sua trilha sonora e depois mergulhar em looping animais e com a forca G a mil...



A atracão 3D (ou 4D) do Shrek é muito divertida, impressionante como avançamos na interatividade destes filmes,tempo também para as clássicas atracões do Tubarão e Twister (atracões antigas, mais que pelo menos uma vez tem que ir), enfim, tudo super ligado a diversos clássicos do cinema e onde o amante desta arte acaba se perdendo em cada canto... pausa para foto com o DeLorean...kkkkkk.





O outro parque da Universal é o sonho de consumo das crianças (e de muitossss adultos), o Island of Adventure, apresenta um infinidade de atracões e atividades envolvendo personagens clássicos como os heróis da Marvel, Terminator, Retorno da Múmia e o espetacular mundo de Harry Potter, com o castelo, a cidade com as lojinhas, tudo... Espetacular a atenção aos detalhes que deram para a construção de todos os ambientes ali, o interior do castelo, visita obrigatória, é demais, isso sem comentar a montanha russa do seu interior com um mix de filmes e projeções 3D, muito diferente e legal, a criançada sai que não consegue nem falar... Imperdível, e mega ponto positivo para a Butterbeer, um frosen caramelado delicioso e obrigatório por lá ;-)
 
Das outras atracões, vale destacar a montanha russa do Hulk, uma das poucas desta viagem que me deram dor de cabeça, muito rápida e com força G potente em algumas curvas. Ainda deu tempo de conhecer, depois da Universal, a Downtown Disney, um lugar super legal com lojinhas bem "atraentes" como as da Lego e da Disney (a maior do mundo), alem do clássico jantar no Hollywood Planet (que não é mais do Arnoldo, porque será??). Enfim, não tem como ir para Orlando e não visitar os parques da Universal, vale demais!
 

Chegando no fim da viagem, tínhamos dois dias livres antes da volta ao Brasil e escolhemos (i) comprar e, pasmem, (ii) ir a mais um parque de diversões, mas este sim para radicalizar total, fomos ao Busch Gardens, com suas montanhas russas alucinantes, num total de 7 com uma melhor que a outra. O tema do parque são os animais, onde também é possível se fazer um mini Safari via trenzinho ao redor do parque, mas o que arrasa são a montanhas mesmo, vale destacar a que fomos de primeira a Cheeta Hunt, super rápida e que simula uma caçada de uma Cheeta, show!!



 

Em resumo, matamos a vontade de radicalizar e 13 dias, 8 parques e 18 montanhas russas depois, voltamos felizes da Disney, como um sonho realizado e muitos desejos novos na mala, afinal, viemos de um lugar onde os sonhos se transformam em realidade.

Deu até mesmo para sobrevoar a cidade de Orlando de helicóptero e conferir a linda vista dos parque desde o céu!!!



Música Sugerida 1: Indiana Jones Theme (John Williansms)
Música Sugerida 2: Back to the Future (John Willians)