sábado, 7 de novembro de 2009

Londres - Inglaterra












2009.11.07 – Londres – Inglaterra
Quero morar em Londres um dia! Quem me conhece sabe que sou uma pessoa muito de cidade grande, adoro grandes metrópoles que possuem várias opções de entretenimento, lazer, atrações, muitas variedades para comer e um bom atendimento (sempre que possível), por isso amo São Paulo, inclusive. Londres superou todas as minhas expectativas pois, além de ter de sobra tudo o que eu mencionei acima, é uma lugar com uma história (e que peso na história mundial!) espetacular, fiquei muito impressionado não somente com as principais e conhecidas atrações, como também com o trato dos ingleses com as pessoas, fiquei super à vontade em Londres, parecia que já morava ali faz tempo. Também, os ingleses inventaram o futebol (sem comentários, somente muito obrigado), nos deram os Beatles, Led Zeppelin, Deep Purple, Black Sabbath, Ozzy Osbourne, Judas Priest, Queen, Rolling Stones, Iron Maiden e por aí vai, seguraram muito bem a bronca na Segunda Guerra Mundial contra a Alemanha, etc, etc, etc ...

Bom, esta viagem tem várias partes e as do começo não foram muito agradáveis. Cheguei correndo no aeroporto, mas a tempo de pegar o meu vôo, entretanto dei uma vacilada incrível e perdi meu vôo para Londres, aí a história é longa e por isso chegada em Londres somente no final da tarde de sábado (lamentável esta parte). As outras foram excelentes do começo ao fim, conhecemos a noite londrina, com ruas cheias de gente de todos os tipos, e visitamos tudo o que foi possível. Fomos a Notting Hill (não topamos com a Julia Roberts nem com o Hugh Grant), mas o lugar é muito charmoso, com casas coloridas e um comércio forte. Pegamos um ônibus, clássico ônibus londrino de 2 andares, e seguimos caminho para o Palácio de Buckingham, demos uma passada no Hyde Park (um parque muito lindo, especialmente no Outono) e conhecemos então a casa da Rainha Elizabeth II. Caminhamos para a Trafagal Square, praça super movimentada e que tem a National Gallery em frente, seguimos pela avenida Whitehall onde contemplamos o ultra famoso Big Bem, com o Parlamento de um lado (onde se decide o futuro dos londrinos) e a Westminter Abbey em frente (local onde estão enterrados vários monarcas e onde foi realizada a coroação da rainha inglesa).

Passando a ponte é impossível não ver a London Eye, maior roda gigante da Europa, é impressionante mesmo. Seguimos pelo rio Tâmisa até poder enxergar a catedral de St.Paul, estávamos a caminho do Taste Modern para ver algumas obras de arte mais modernas (principalmente sobre Cubismo e Surrealismo). Nos outros dias apertamos o passo para conhecer o British Museum, um museu incrível com muitas peças enormes do Egito antigo, Grécia, Itália, etc... não ficamos tempo suficiente para ver tudo, mas vale muito a pena o investimento. Conhecemos a Torre de Londres (White Tower) e a London Bridge, gigante e imponente.

Entramos na St. Paul e atravessamos a cidade para ir ao Madame Tusseaud (museu de cera com vááárias celebridades), foi bem divertido. Ainda deu tempo de terminar com chave de ouro pois fomos assistir O Fantasma da Ópera em um teatro do século 19 no coração do bairro de Picadilly.
Ficou uma forte vontade de voltar para Londres, com certeza farei isso no futuro, vamos ver como me saio...

(Música Sugerida 1: Everybody Wants to Rule the World – Tears for Fears)
(Música Sugerida 2: I Was Born to Love You – Queen)
(Música Sugerida 3: The Phantom of the Opera – Trilha sonora do espetáculo)
(Filme Sugerido 1: Um Lugar Chamado Notting Hill – com Julia Roberts e Hugh Grant)
(Filme Sugerido 2: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet – com Johnny Deep)

Nenhum comentário:

Postar um comentário