quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Veneza - Itália













2007.01.10 - Veneza - Itália
Ahh, Veneza. Uma cidade de tirar o fôlego, muito diferente de todas as cidades que vi. Canais no lugar de ruas, prédios todos enfileirados com a água batendo na porta, uma bruma enigmática por toda a cidade, dominando as estreitas ruas e trazendo um clima incrível. De fato, creio que fazer esta viagem em casal é muito romântico, não foi o caso, desta vez... mas quem sabe mais pra frente. Uma dica inicial que vale muito é pegar um hotel na ilha, e não no continente, isso de cara já vai te deixar mais próximo das principais atrações de Veneza, no coração da cidade e, de tabela, economizará muitos reais devido às várias travessias do Canal de San Marco ou do Canal Grande (5 euros a cada trajeto de ida/volta).

Apesar disso, não deixe de fazer a travessia, pois navegar pelo canal cortando a cidade é muito legal, além disso o principal acesso é realmente por trens, e a estação fica no lado do continente. Veneza tem uma história incrível, foi uma cidade estratégica em meados do século XII por sua posição privilegiada, que lhe dava acesso marítimo ao Mar Adriático e um curto caminho para as Índias e, consecutivamente, às maravilhosas e caras especiarias que vinham dali. Desta forma, tornou-se a nação (era independente) mais rica da Europa naquele tempo. Esse explendor trouxe a riqueza cultural e arquitetônica da cidade, que permanece viva até hoje. Muitos dizem a Veneza adormeceu neste explendor e parou no tempo, na verdade a cidade já não nem de perto rica como naquela época, mas continua linda demais.

Impossível caminhar nas calçadas à beira do Canal de San Marco e não se encantar, por ali se acessa a famosíssima Piazza San Marco, um paraíso das pombas (existem centenas delas pela praça, não saia alimentando senão te cobrem todo), com a imponente Basílica de São Marco lado a lado com o Palácio dos Doges, demais. A Basílica é impressionante, com sua fachada absolutamente trabalhada, com belos mosaicos sobre a vida de Marcos, existem os quatro cavalos de bronze na parte superior de sua frente e diversos arcos por sua entrada. No seu interior vários tesouros incríveis, geralmente de ouro puro e todos trabalhados, o mais conhecido (e precioso) é o Pala d'Oro com seus 250 painéis de Ouro recheados com pedras preciosas, além disso os vestígios mortais de Marcos estão ali sob o altar.

Ao lado, o Palácio dos Doges também é magnífico, fundada no século IX foi moradia do governante de Veneza e apresenta uma série de salas, câmaras, corredores e escadarias, muito legal e tudo sempre decorado com lindas obras de arte (pinturas e esculturas) por todos os lados. O que mais gostei do palácio, morbidamente, foram as masmorras, a prisão e a Ponte dos Suspiros, um corredor suspenso que ligava o palácio à prisão passando sobre um canal, ali os presos passavam para serem condenados, olhavam na janela e suspiravam, às vezes pela última vez. Chega a arrepiar!! O interior do palácio é mesmo lindo, com pinturas de grandes artistas da época que vão das paredes até o tetos das salas.

Voltando a passear pela cidade, vira e mexe você encontra uma igreja onde haverá uma apresentação de um concerto clássico, isso acontece muito em várias cidades européias e sempre que fui foi fenomenal. Recomendo!!

A comida por lá é ótima (como em toda a Itália), cheia de opções de massas e vinhos deliciosos, tem muita qualidade e opção por lá e quanto ao preço... desencana e manda ver! Recomendo bastante "se perder" por Veneza, ficar vagando pelas ruas sem rumo por um tempo, bisbilhotando as lojinhas, parando para um café à beira de uma canal e sentindo o clima de "parar no tempo" da cidade, isso não se esquece. Veneza também tem o seu tradicional Carnaval, um dos mais conhecidos do mundo (ao lado do nosso, é claro), mas o de lá é muito caracterizado por máscaras e fantasias, assim que uma boa lembrança (adquirida sem dúvida) é uma clássica máscara do carnaval veneziano.

Para completar, as conhecidas gôndolas de Veneza estão por todas as partes, às vezes você vê um gondoleiro a cantar enquanto conduz sua gôndola pelos canais venezianos, os passeios entretanto são bem caros e ficam hoje praticamente sendo realizados pelos turistas, ao invés de ser um transporte comum. Lembro que o preço para um passeio era de 60 euros por pessoa, desta forma, leve dinheiro e se estiver acompanhado, leve o triplo!! Se estiver fazendo a viagem de Lua de Mel... trate de trabalhar pra caramba!!! Veneza é demais!!!

(Música Sugerida: Nessun Dorma - Turandot)
(Filme Sugerido: Indiana Jones e a Última Cruzada)
(Comida Sugerida: Penne ao molho branco + Vinho Tinto)

Um comentário:

  1. Um dia ainda vou conhecer Veneza. Um grande sonho! Mas enquanto não posso ir, agradeço por me apresentar um pouco desse paraíso, mesmo sendo por fotos e história.

    ResponderExcluir